Skywest Airlines encerra 29 rotas nos EUA por falta de pilotos de avião

A Skywest Airlines, companhia aérea dos Estados Unidos, anunciou que pretende encerrar rotas para 29 cidades americanas nos próximos meses, em razão da elevada escassez de pilotos de avião comercial – um problema crônico do setor aéreo do país.

De acordo com o comunicado enviado em 10 de março ao Departamento de Transporte, os voos serão interrompidos até 10 de junho. O órgão, contudo, já afirmou que a companhia deve manter as rotas pelo menos até 8 de julho e, se necessário, por 30 dias adicionais. Enquanto isso, irá procurar outras operadoras para assumir as rotas

“Estamos ansiosos para trabalhar com as autoridades em direção a soluções que nos permitam reconectar essas comunidades ao Sistema Nacional de Transporte Aéreo no futuro, e estamos empenhados em permanecer flexíveis e ajustar nossos planos, se a situação melhorar mais rapidamente do que o esperado”, afirmou a empresa para à agência Reuters.

A Skywest Airlines é uma companhia regional que opera voos para a Alaska Airlines, American Airlines, Delta Air Lines e United Airlines. A empresa está enfrentando uma escassez sem precedentes de pilotos, algo que afeta toda a indústria. No entanto, para empresas regionais como a Skywest, o efeito é ainda pior, pois elas não conseguem competir com companhias maiores as estrangeiras na hora de atrair talentos, uma vez que seus salários não são tão competitivos.

A Skywest registrou muitos cancelamentos de voos em 2021, o que está tentando evitar agora em 2022, reduzindo ou eliminando proativamente rotas que não são lucrativas.

O problema é que as 29 rotas que o Skywest propôs cortar fazem parte do programa Serviço Aéreo Essencial dos Estados Unidos (EAS, na sigla em inglês). O EAS leva serviço aéreo às comunidades menores e mais carentes do país, oferecendo subsídios para que as empresas operem nestas localidades. Mesmo com subsídios, no entanto, a Skywest anunciou que não poderá continuar com os voos para cidades.

O presidente da Associação de Pilotos de Linha Aérea dos EUA (ALPA) chamou a decisão da Skywest de “enganação”. De acordo com a entidade, a empresa tem o seu maior quadro de funcionários em muito anos.

A escassez de pilotos de avião nos EUA

De acordo com as estimativas mais recentes da Boeing, o mercado de aviação mundial precisaria treinar 612 mil novos pilotos para manter a frota de aeronaves comerciais nos próximos 20 anos – 412 mil apenas na América. Além disso, a Oliver Wyman, empresa de consultoria de gestão, prevê que a escassez de mão de obra será de 12 mil pilotos até 2023 nos Estados Unidos.

Durante uma audiência no Senado no final de dezembro, por exemplo, o CEO da United Airlines afirmou a parlamentares que 100 dos aviões da companhia estavam parados devido à falta de pilotos. Simplesmente não há quem os pilotasse.

Companhias como a Alaska Airlines e a própria United têm criados suas escolas de pilotos, para formar maiores quantidades de comandantes e primeiros oficiais.

A falta de pilotos de avião comercial nos EUA favorece a contratação de pilotos estrangeiros, cada vez mais buscados pelas companhias aéreas.

Salário de um piloto de avião comercial nos EUA

De acordo com o Departamento do Trabalho dos EUA, um piloto de linha aérea ganha, em média, US$ 113 mil por ano – o que daria cerca de R$ 44 mil por mês na taxa cambial atual de 4,77 reais para cada dólar.

Ainda segundo o órgão, a quantidade destes empregos deve crescer 13% de 2020 a 2030, ritmo mais rápido do que a média de todas as ocupações. E o órgão também estima em cerca de 14,5 mil o número de vagas abertas para pilotos a cada ano, em média, ao longo da década que vai de 2020 a 2030.

Tem vontade de trabalhar como piloto de avião nos EUA?

Se você sonha em trabalhar como piloto de avião nos Estados Unidos, preencha formulário de avaliação gratuita da AG Immigration e receba uma análise inicial sobre as suas possibilidades imigratórias. Se o seu perfil tiver os requisitos necessários, agendaremos uma primeira consulta (também sem custos) para indicar os vistos mais adequados para você e explicar como é possível obtê-los.

Na AG Immigration, lidamos com vistos de trabalho (imigratórios e não-imigratórios), vistos para atletas e artistas, green cards com base em parentesco, ajustes de status, expatriação e transferência internacional de executivos, vistos de investimentos, obtenção da cidadania americana e casos humanitários (deportações, asilos e refúgios).

As empresas dos EUA que mais contratam brasileiros – 2024

As empresas dos EUA que mais contratam brasileiros – 2024

Empresas dos EUA que mais contratam brasileiros - Edição 2024 A quantidade de empresas dos EUA que contrataram trabalhadores brasileiros subiu de 865, em 2022, para 1.271 no ano passado – alta de 46,9%. Entre as companhias que mais buscaram a mão de obra nacional...

Explode o número de brasileiros que pedem asilo nos EUA em 2023

Explode o número de brasileiros que pedem asilo nos EUA em 2023

Asilo de brasileiros para os EUA em 2023 A quantidade de pedidos brasileiros de asilo analisada pelos EUA em 2023 chegou a 7.715 – um salto de 162% em relação ao ano anterior e maior volume do qual se tem registro. Com isso, o Brasil passou a ser o 8º país com mais...