GREEN CARD COM BASE EM PARENTESCO

MUITOS IMIGRANTES SONHAM COM A POSSIBILIDADE DE SE REUNIREM COM SEUS FAMILIARES PARA JUNTOS CONSTRUÍREM UMA NOVA VIDA NOS EUA.

Green card baseado em parentesco, você já ouvi falar? Como cidadão americano ou mesmo como portador de green card, você pode ajudar um parente direto a se tornar um residente permanente legal dos Estados Unidos graças à política dos EUA de reunificação familiar. Para fazer isso, você precisa patrocinar seu parente e ser capaz de provar que você tem renda suficiente para apoiar seu parente quando ele vier para os Estados Unidos. O processo de pedido de visto de imigrante para seus familiares elegíveis seguirá as mesmas etapas básicas quer você seja um cidadão dos EUA ou um portador de green card.

QUAIS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA ESTÃO QUALIFICADOS PARA IMIGRAR PARA OS EUA?

Os potenciais beneficiários de petições baseadas em laços familiares são classificados em duas categorias; os chamados “parentes imediatos” de cidadãos dos EUA e parentes de “preferência familiar”.

PARENTES IMEDIATOS

Os parentes imediatos de cidadãos americanos não estão sujeitos a limitações no número de vistos de imigrante concedidos a cada ano.
Esta categoria inclui:
Cônjuges (mesmo sexo ou sexo oposto) de cidadãos dos EUA
Filhos solteiros menores de 21 anos;
Pais (após o filho cidadão dos EUA completar 21 anos);
Órfãos adotados no exterior ou nos Estados Unidos.

PREFERÊNCIA FAMILIAR

Ao contrário dos parentes imediatos, os parentes da categoria de “preferência familiar” estão sujeitos a cotas anuais de vistos e uma distribuição por país. Essa categoria normalmente tem longas esperas, principalmente em países com grande população imigrante nos Estados Unidos.
As categorias de “preferência da família” são as seguintes:
Primeira preferência (F1) – filhos solteiros de cidadãos dos EUA de qualquer idade.
Segunda preferência (F2) – cônjuges (mesmo sexo ou sexo oposto), filhos menores, filhos solteiros (com 21 anos ou mais) de residentes permanentes. Filhos divorciados ou viúvos são considerados solteiros também. As crianças com 21 anos ou mais se enquadram em uma subcategoria chamada 2B; eles normalmente esperam mais do que outros parentes de segunda preferência, que estão em uma subcategoria chamada 2A.
Terceira preferência (F3) – filhos casados, seus cônjuges e seus filhos menores.
Quarta preferência (F4) – irmãos, seus cônjuges e filhos menores. Meio-irmãos e meio-irmãs, bem como irmãos adotivos também são elegíveis nesta categoria.

COMO FUNCIONA O PROCESSO DO GREEN CARD POR PARENTESCO?

Você começa o processo preenchendo o Formulário I-130, Petição para Estrangeiro
Relativo. Este formulário estabelece a relação familiar existente entre você e seu parente, através de evidências quem provam seu parentesco.
O I-130 pode ser apresentado juntamente com um pedido de residência permanente, o I-485, Pedido de Registro de Residência Permanente ou Ajuste de Status.
O envio do I-130 garante um lugar na fila de candidatos com base no mesmo tipo de relacionamento, ou seja pessoas do mesmo país de origem que se enquadram nessa categoria.
Após as devidas verificações de antecedentes exigidas e requisitos para admissão, seu parente epode ser considerado elegível.
Não há período de espera para parentes imediatos de cidadãos dos EUA, que incluem o cônjuge, pai ou mãe de um cidadão americano ou filho solteiro menor de 21 anos anos de idade.

QUANTO TEMPO LEVARÁ PARA QUE MEU PARENTE POSSA IMIGRAR?

A lei dá preferência aos parentes imediatos dos cidadãos americanos, o que inclui o cônjuge, filhos solteiros menores de 21 anos e pais. Para eles, não há lista de espera para imigrar.
Para outros parentes, a combinação de alta demanda e os limites anuais definidos por lei sobre quantas pessoas podem imigrar pode significar que seu parente terá que esperar vários anos.

SE VOCÊ QUISER PEDIR UM GREEN CARD PARA SEUS FAMILIARES, ENTRE EM CONTATO COM A EQUIPE AG IMMIGRATION. TEREMOS PRAZER EM REPRESENTAR SUA SOLICITAÇÃO DE VISTO JUNTO ÀS AUTORIDADES AMERICANAS.