Vistos EB para brasileiros em 2023

Em 2023, o governo dos EUA recebeu 10.690 pedidos de green cards de trabalho (conhecidos como “vistos EB”) oriundos de brasileiros – um aumento de 48,9% sobre 2022 e o maior volume já registrado na história. O Brasil foi o quarto país que mais solicitou o documento no ano passado, atrás de Índia (64,7 mil), China (25,7 mil) e Filipinas (14,1 mil). Os dados são de um levantamento realizado pela consultoria Viva América com base em dados recentes do Serviço de Cidadania e Imigração dos EUA (USCIS, na sigla em inglês).

POSSO TRABALHAR NOS EUA COM VISTO DE TURISTA?

ENTREI NOS EUA COMO TURISTA E RESOLVI FICAR. O QUE FAZER?

A maioria das petições brasileiras (8.558) são referentes aos vistos EB-1 e EB-2, destinados a profissionais com habilidades acima da média. Em geral, são dados a pesquisadores e a profissionais com pós-graduação ou grandes feitos na carreira. É um dos principais indicadores de fuga de cérebro do Brasil, segundo explica Rodrigo Costa, CEO do Viva América e da AG Immigration.

“Nunca houve tantos pedidos de vistos EB-1 e EB-2 como no ano passado por parte dos brasileiros. É um fenômeno marcado pelas situações opostas do mercado de trabalho americano e brasileiro. Nos EUA, há uma grave escassez de mão de obra, o que tem inflacionado salários e impulsionado a atração de trabalhadores estrangeiros”, explica o executivo, que vive há mais de 14 anos nos EUA.

Ele destaca ainda que o governo do presidente americano Joe Biden tem estimulado a contratação de profissionais das áreas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática, consideradas fundamentais para o desenvolvimento e a competitividade do país.

COMO FUNCIONA O SALÁRIO MÍNIMO NOS EUA?

IMIGRANTES PODEM SER CONVOCADOS PELAS FORÇAS ARMADAS DOS EUA?

6 DICAS PARA VOCÊ ENCONTRAR UMA VAGA DE EMPREGO NOS EUA

Fuga de cérebros: profissionais de IA

Em outubro, por exemplo, a Casa Branca publicou uma ordem executiva criando ações para facilitar a contratação de profissionais da área de inteligência artificial (IA), incluindo o apoio a programas para atrair estudantes internacionais da área e facilitar sua permanência nos EUA após a conclusão dos estudos. Também estão previstos processos para agilizar o tempo de processamento de pedidos de visto de estrangeiros que queiram realizar pesquisas em IA no país.

“Particularmente, nas empresas do nosso grupo, temos visto um aumento muito grande nos pedidos de vistos de trabalho por parte de engenheiros, estatísticos, dentistas, enfermeiros, pesquisadores médicos e programadores, assim como já começam a surgir petições de especialistas em IA”, diz Costa.

O levantamento do Viva América revelou que foram feitos ainda 2,1 mil pedidos de visto EB-3 por parte dos brasileiros no passado. O EB-3 é destinado a profissionais com ou sem ensino superior que não se enquadram nos critérios de qualificação do EB-1 e do EB-2. O visto é comumente usado por empresas americanas na contratação de imigrantes para vagas que exigem menos qualificação, como vendedores ou faxineiros.

Diferentemente do EB-1 e do EB-2, que podem dispensar o imigrante de ter uma oferta de emprego nos EUA para receber o green card, o EB-3 só pode ser obtido se o trabalhador tiver uma proposta válida de um empregador americano.

Gráfico: emissão de vistos EB para brasileiros de 2013 a 2023

More legalmente nos EUA

Este é o melhor momento na história para quem deseja morar e trabalhar nos EUA. Portanto, preencha o nosso formulário de avaliação gratuita e receba uma análise inicial sobre as suas possibilidades imigratórias. Assim, caso tenha o perfil para conseguir o green card americano ou outros vistos com os quais trabalhamos, agendaremos uma consulta sem custos para explicar como obtê-los.

A AG Immigration é um escritório de advocacia especializado em imigração para os EUA. Lidamos com vistos imigratórios, como EB-1, EB-2, EB-2 NIW, EB-3 e green cards baseados em parentesco. Além disso, também atuamos com vistos de trabalho temporário, asilo, deportação, remoção e outras áreas da imigração para quem quer trabalhar e morar nos EUA ou para empresas que desejam contratar mão de obra estrangeira no país (veja nossa página de Corporate).