Empresas dos EUA pagam os custos do green card para trabalhadores

Custos do green card

Existem diversas opções para quem deseja morar e trabalhar nos EUA por meio de um green card, por exemplo, os vistos EB. No entanto, dependendo da categoria de visto EB que você pleiteie, precisará ter um sponsor – ou seja, uma empresa que te ofereça uma vaga para trabalhar na América. E a boa notícia é que a maioria dessas empresas arcam com todos os custos relacionados ao processo de obtenção do seu green card.

QUAL O SALÁRIO MÍNIMO DOS EUA? COMO ELE FUNCIONA? SAIBA TUDO!

É o que aponta um relatório da Global Envoy, segundo o qual 86% dos empregadores americanos cobrem todas as taxas e custos do processo de green card.

No entanto, o levantamento mostra que, dessas companhias, 51% implementam algum tipo de obrigação contratual, exigindo que o empregado reembolse os valores do green card caso peça demissão antes de completar um determinado período de empresa (geralmente, um ano).

Na prática, isto significa que, se você for contratado por uma empresa que tenha uma política como essa, poderá ter de reembolsar o valor das taxas do green card se sair para um outro emprego ou eventualmente retornar a seu país de origem antes do período combinado.

Quais custos do green card podem ser cobrados de mim?

Mas atenção: embora essa política de reembolso seja legal, a empresa não pode cobrar do empregado todas as taxas do processo imigratório. Por lei, algumas taxas são de obrigação do contratante (o sponsor) e nunca podem ser repassadas ao trabalhador.

COMO FUNCIONAM AS FORÇAS ARMADAS E O SERVIÇO MILITAR NOS EUA

QUANTO CUSTA SE TORNAR UM CIDADÃO AMERICANO?

Além disso, mesmo que o contrato de trabalho tenha essa cláusula de reembolso caso o profissional deixe a empresa antes de um determinado período, a empresa não pode obrigá-lo a ficar ou segurar seu passaporte, por exemplo.

O imigrante é livre para deixar o emprego a qualquer momento, cabendo à empresa cobrar a dívida na justiça ou, se for o caso, fazer uma denúncia junto ao Serviço de Cidadania e Imigração dos EUA (USCIS).

Por outro lado, se algum direito do imigrante for violado, ele poderá entrar na justiça contra a empresa e, eventualmente, até mesmo usar essa violação, dependendo de como ela se concretizou, para dar entrada em uma petição de green card, pois agora ele é uma vítima de maus tratos.

Por isso, caso você consiga um emprego nos EUA por meio de algum visto de trabalho como o EB-3, H-1B, H-2A ou H-2B, recomendamos fortemente que consulte um advogado de imigração de sua confiança para esclarecer esses pontos. Uma consulta geralmente não custa mais do que algumas poucas centenas de dólares ou reais.

Pela lei de imigração americana, o trabalhador só pode pagar as taxas de imigração, como o I-485, o DS-160 (no caso de entrevista consular) ou o I-140, embora, como apontou a pesquisa da Global Envoy, as empresas costumem pagar tudo – sobretudo, o I-140.

Se a pessoa já se encontra nos EUA e fará o ajuste de status, a empresa não é obrigada a pagar pelo ajuste. Já se a pessoa estiver no seu país de origem, a passagem aérea para os EUA também deve ser paga por ela (ainda que algumas empresas possam arcar com este custo). Os demais custos, como as taxas de certificação laboral, os anúncios da vaga em jornais e os honorários advocatícios devem ser arcados pelo sponsor.

Isso não impede, contudo, que o trabalhador contrate um advogado de imigração próprio para acompanhar o processo e revisar o contrato de trabalho.

Para saber mais sobre o relatório da Global Envoy, assista ao vídeo abaixo em que a jornalista Daniela Azeredo, parceira da AG Immigration, fala sobre essa questão.

Quer morar e trabalhar nos EUA?

Este é o melhor momento na história para quem deseja morar e trabalhar nos EUA. Portanto, preencha o nosso formulário de avaliação gratuita e receba uma análise inicial sobre as suas possibilidades imigratórias. Assim, caso tenha o perfil para conseguir o green card ou outros vistos com os quais trabalhamos, agendaremos uma consulta sem custos para explicar como obtê-los.

A AG Immigration é um escritório de advocacia especializado em imigração para os EUA. Lidamos com vistos imigratórios, como EB-1, EB-2, EB-2 NIW, EB-3 e green cards baseados em parentesco. Além disso, também atuamos com vistos de trabalho temporário, asilo, deportação, remoção e outras áreas da imigração para quem quer trabalhar e morar nos EUA.

Baixe o ebook e conheça melhor a AG Immigration

Na AG, auxiliamos nossos clientes a descobrirem as muitas oportunidades de green card que existem nos EUA, especialmente para profissionais que possuem uma carreira bem-sucedida e que desejam morar e trabalhar legalmente na América, e para isso oferecemos uma consulta gratuita de suas possibilidades imigratórias.

Quer saber mais? Faça o download do e-book institucional da AG e descubra que o sonho americano é possível e bem menos complicado do que você imagina.

Quais universidades americanas fazem parte da Ivy League?

Quais universidades americanas fazem parte da Ivy League?

Quem assiste filmes e séries americanas ou já pensou em estudar nos EUA, já se deparou com a expressão “Ivy League”, conhecida em toda a América. Mas você sabe o que significa esse termo? QUANTO GANHA UM PROFISISONAL DE TI NOS EUA? QUANTO GANHA UM ENGENHEIRO NOS EUA?...