Flagras de brasileiros na fronteira dos EUA em março de 2023

As autoridades americanas registraram um crescimento de 59% na quantidade de brasileiros tentando entrar ilegalmente nos EUA. Foram 3.053 encontros em março, contra 1.920 em fevereiro. Na comparação anual, o salto é de 82,7%. Os números são de um levantamento da AG Immigration, realizado com base em informações do Serviço de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA (CBP, na sigla em inglês).

AS EMPRESAS DOS EUA QUE MAIS CONTRATAM BRASILEIROS

COMO FUNCIONA O SALÁRIO MÍNIMO NOS EUA?

Encontro é um termo que se refere a dois tipos distintos de evento: a detenção, que acontece quando os imigrantes são levados sob custódia para aguardar julgamento; e a expulsão, quando eles são imediatamente devolvidos para seu país de origem ou último país de trânsito.

Apesar da alta expressiva em março, o avanço nos flagrantes com brasileiros foi de apenas 0,6% no acumulado dos três primeiros meses do ano, frente a igual período de 2022.

“É o segundo aumento consecutivo no indicador, que estava há seis meses abaixo dos dois mil flagrantes. É possível que seja uma flutuação pontual, mas existe a possibilidade de ter havido uma intensificação no trabalho de coiotes e atravessadores junto ao público brasileiro”, comenta o advogado de imigração Felipe Alexandre, sócio-fundador da AG Immigration.

DESCUBRA AS PROFISSÕES QUE MAIS ESTÃO CRESCENDO NOS EUA!

IMIGRANTES PODEM SER CONVOCADOS PELAS FORÇAS ARMADAS DOS EUA?

O especialista alerta que os coiotes se aproveitam da vulnerabilidade dos imigrantes para vender promessas difíceis de serem cumpridas e sem revelar os reais perigos envolvidos na travessia para os EUA. Além disso, Alexandre observa que o custo de um coiote é mais alto do que as vias legais de imigração.

“Muitas vezes, essas vítimas acham que não têm condições de migrar legalmente para os EUA, mas bastaria conversar com um advogado para descobrir o contrário. Acontece que alguns caminhos podem demorar mais e outros, menos”, observa.

Reforça a análise do advogado o fato de que, enquanto o crescimento de encontros com brasileiros foi de quase 60%, a variação média, considerando-se todas as nacionalidades, teve alta de apenas 20%. Somente Peru, Canadá e Nicarágua apresentaram diferenças maiores do que a do Brasil entre março e fevereiro.

Em números absolutos, o Brasil foi o 18º país com mais cidadãos flagrados tentando atravessar a fronteira dos EUA em março, representando 1,1% das 257.910 detenções e apreensões no mês.

Fonte: Dados do CPB levantados pela AG Immigration

Países mais flagrados na fronteira dos EUA em março de 2023 (variação sobre fevereiro)

  1. México: 82.219 (20,88%)
  2. Colômbia: 17.491 (31,20%)
  3. Venezuela: 15.958 (15,81%)
  4. Guatemala: 15.368 (6,93%)
  5. Haiti: 14.972 (5,90%)
  6. Honduras: 13.511 (21,72%)
  7. Índia: 9.648 (54,47%)
  8. Peru: 8.491 (61,24%)
  9. Equador: 7.030 (-1,69)
  10. Cuba: 6.817 (4,12%)

Morar legalmente nos EUA

Este é o melhor momento na história para quem deseja morar e trabalhar nos EUA. Portanto, preencha o nosso formulário de avaliação gratuita e receba uma análise inicial sobre as suas possibilidades imigratórias. Assim, caso tenha o perfil para conseguir o green card americano ou outros vistos com os quais trabalhamos, agendaremos uma consulta sem custos para explicar como obtê-los.

A AG Immigration é um escritório de advocacia especializado em imigração para os EUA. Lidamos com vistos imigratórios, como EB-1, EB-2, EB-2 NIW, EB-3 e green cards baseados em parentesco. Além disso, também atuamos com vistos de trabalho temporário, asilo, deportação, remoção e outras áreas da imigração para quem quer trabalhar e morar nos EUA ou para empresas que desejam contratar mão de obra estrangeira no país (veja nossa página de Corporate).