Metade das empresas dos EUA é fundada por imigrantes ou seus filhos

Um estudo publicado em 2019 identificou que, das 500 maiores companhias dos EUA, 45% são empresas fundadas por imigrantes ou filhos de imigrantes. A pesquisa foi realizada pela New American Economy, organização não-governamental que defende o impacto positivo da imigração na economia americana.

“Os empresários imigrantes têm sido uma parte importante da história de sucesso econômico da América. Algumas das maiores e mais reconhecidas empresas americanas foram fundadas por imigrantes ou filhos de imigrantes, incluindo nomes como Apple e Costco, Broadcom e Intuit. Até mesmo a Levi’s foi criada por dois imigrantes: Levi Strauss, da Alemanha, e Jacob Davis, da Letônia. Juntos, inventaram a agora icônica peça do guarda-roupa americano: o jeans”, afirma o estudo.

+ Saiba Mais: ESTADOS UNIDOS SÃO O PAÍS QUE MAIS GERA MILIONÁRIOS

Na ocasião, os autores investigaram as origens das empresas que compuseram a Fortune 500, lista publicada anualmente pela revista Fortune com as maiores companhias dos EUA em receita.

Empresas americanas fundadas por imigrantes

A lista, obviamente, muda todos os anos, uma vez que depende do desempenho financeiro das empresas. Portanto, a porcentagem de imigrantes ou filhos de imigrantes donos dessas companhias também pode variar ao longo do tempo.

De acordo com a New American Economy, em 2019, eram 101 empresas fundadas por imigrantes diretamente e 122, por seus filhos. Ao todo, estas 223 organizações somaram US$ 6,1 trilhões em receita – um número maior do que o PIB do Japão, da Alemanha ou do Reino Unido, por exemplo.

“Aliás, um país com um PIB igual às receitas acumuladas por estas firmas seria a terceira maior economia do mundo, atrás apenas dos EUA e da China”, afirmou o estudo. Ao todo, elas empregavam 13,5 milhões de trabalhadores em 2019.

Entre as companhias, estão o Google (que tem o russo Sergey Brin como um de seus fundadores), Apple (o pai de Steve Jobs era sírio) e Pfizer (um de seus criadores, Charles Pfizer, era alemão).

+ Saiba Mais: EUA CRIAM 678 MIL EMPREGOS EM FEVEREIRO

Que tal abrir sua empresa nos EUA?

Se você tem vontade de empreender nos Estados Unidos, preencha o nosso formulário de avaliação gratuita e receba uma análise inicial sobre as suas possibilidades imigratórias. Caso tenha o perfil para se tornar um empreendedor ou investidor na América, agendaremos uma primeira consulta (também sem custos) para indicar os vistos mais adequados para você e explicar como é possível obtê-los.

Na AG Immigration, lidamos com vistos de trabalho (imigratórios e não-imigratórios), vistos para atletas e artistas, green cards com base em parentesco, ajustes de status, expatriação e transferência internacional de executivos, vistos de investimentos, obtenção da cidadania americana e casos humanitários (deportações, asilos e refúgios).

As empresas dos EUA que mais contratam brasileiros – 2024

As empresas dos EUA que mais contratam brasileiros – 2024

Empresas dos EUA que mais contratam brasileiros - Edição 2024 A quantidade de empresas dos EUA que contrataram trabalhadores brasileiros subiu de 865, em 2022, para 1.271 no ano passado – alta de 46,9%. Entre as companhias que mais buscaram a mão de obra nacional...

Explode o número de brasileiros que pedem asilo nos EUA em 2023

Explode o número de brasileiros que pedem asilo nos EUA em 2023

Asilo de brasileiros para os EUA em 2023 A quantidade de pedidos brasileiros de asilo analisada pelos EUA em 2023 chegou a 7.715 – um salto de 162% em relação ao ano anterior e maior volume do qual se tem registro. Com isso, o Brasil passou a ser o 8º país com mais...