O Serviço de Cidadania e Imigração dos Estados Unidos (USCIS, na sigla em inglês) anunciou que o período de inscrições para a cota de vistos H-1B referente ao ano fiscal de 2023 se inicia no próximo 1º de março e vai até o dia 18 do mesmo mês. “Durante este período, potenciais peticionários e representantes serão capazes de completar e enviar suas inscrições, usando o nosso sistema online de registros para H-1B”, afirmou o órgão em comunicado.

O USCIS atribuirá um número de confirmação para cada inscrição. “Se recebermos inscrições suficientes até 18 de março, selecionaremos aleatoriamente as inscrições e enviaremos notificações de seleção por meio do sistema online myUSCIS”.

Os peticionários – que no caso do H-1B são as empresas ou seus representantes legais – serão notificados até 31 de março se as inscrições apresentadas por eles foram selecionadas ou não. Somente então, será possível dar continuidade à petição – que ainda assim poderá ter o visto negado durante os processos de certificação da imigração americana.

O ano fiscal americano de 2023 compreende o período de 1º de outubro de 2022 e 30 de setembro de 2023.

O que é o visto H-1B?

Os vistos H-1B permitem que empresas dos Estados Unidos contratem trabalhadores estrangeiros em ocupações que necessitem de mão de obra especializada, como engenharia, ciências, tecnologia, direito e várias outras.

Como a quantidade de pedidos é geralmente maior do que o limite anual de 85 mil vistos disponibilizados pelo governo, o USCIS costuma fazer um sorteio aleatório – a chamada loteria – para decidir quem receberá os vistos H-1B naquele determinado ano.

Essa cota anual já inclui 20 mil emissões reservadas para candidatos que obtiveram um mestrado ou doutorado em uma universidade americana. É uma forma que os Estados Unidos encontraram de reter talentos estrangeiros que vão estudar no país.

Diferentemente dos vistos imigratórios, como o EB-1EB-2 ou EB-3, o H-1B não dá automaticamente o green card ao seu portador, dada a natureza temporária do trabalho que ele irá realizar nos EUA. Em princípio, a pessoa pode ficar por três anos com o visto H-1B, podendo ser renovado por mais três.

Para saber todos os detalhes de como funciona o visto H-1B, leia o post especial que a AG Immigration preparou sobre o tema

Como ser contratado por meio do visto H-1B?

Empresas americanas que têm interesse em realizar contratações de estrangeiros que se enquadram nos critérios de elegibilidade do visto H-1B devem procurar candidatos que tenham interesse em trabalhar nos Estados Unidos e necessitem do patrocínio (sponsorship) – uma vez que o processo é iniciado e custeado pelo empregador e não pelo empregado, ainda que alguns custos podem ser cobrados do profissional. Por isso, é importante ter o auxílio de um advogado de imigração para analisar a linguagem do contrato de trabalho e as cláusulas do documento.

A procura por candidatos é feita geralmente por meio de empresas de recrutamento e com anúncios em sites de emprego, como Indeed, Monster ou LinkedIn. Candidatos interessados, por sua vez, podem buscar, nestas mesmas plataformas, vagas que aceitem candidatos estrangeiros. Termos como “H-1B sponsored” e correlatos ajudam a refinar as buscas e encontrar posições do tipo.

Outro caminho que as empresas seguem é encontrar profissionais que já estão nos Estados Unidos sob status de outro visto não-imigratório e que poderiam se beneficiar de uma mudança de status para o H-1B.

Qualquer pessoa pode receber o visto H-1B?

De maneira geral, para ser elegível ao visto H-1B, o profissional precisa ter no mínimo o grau de bacharelado ou equivalente na mesma área da posição que irá ocupar.

Cônjuges e filhos menores de 21 anos de profissionais que tiveram o visto H-1B aprovado podem solicitar entrada nos Estados Unidos por meio do visto H-4.