Resumo da Notícia: “Inflação nos EUA chega a 7,9% em fevereiro”

  • Resultado significa que o preço geral dos produtos e serviços cresceu uma média de 7,9%, com algumas coisas aumentando mais e outras, menos
  • Combustível, alimentos e aluguéis foram os itens que ficaram mais caros
  • Inflação é a maior dos últimos 40 anos

Alta dos preços nos EUA

Os preços de bens e serviços nos Estados Unidos subiram 7,9%, em média, nos 12 meses terminados em fevereiro, divulgou hoje o Departamento do Trabalho. Os aumentos no custo do combustível, dos alimentos e dos aluguéis foram os que mais contribuíram para a inflação – a maior dos últimos 40 anos.

O Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) é uma das principais estatísticas de inflação dos Estados Unidos. De acordo com os números, o resultado de fevereiro é o maior desde o período de 12 meses terminados em janeiro de 1982.

Excluindo-se os alimentos e a energia (que são itens mais voláteis), o resultado do CPI foi de 6,4% – maior variação em 12 meses desde o período que termina em agosto de 1982.

Ao mesmo tempo, considerando-se somente os alimentos ou a energia, a inflação foi de 7,9% e 25,6%, respectivamente – os maiores aumentos desde os 12 meses terminados em julho de 1981.

+ Saiba Mais: VAGAS DE EMPREGO NOS EUA PASSAM DE 11 MILHÕES

Variação mensal da inflação americana

Em uma base de comparação mensal, a alta do IPC foi de 0,8% em fevereiro sobre janeiro, com destaque para o setor de alimentos (1%). É o maior ganho apresentado pelo índice nesta categoria desde abril de 2020, no início da pandemia de Covid-19. Naquela ocasião, os preços subiram em razão da alta procura das pessoas, que correram aos supermercados para abastecer suas despensas e começaram a pedir mais comida em casa, já que não podiam sair na rua.

Desta vez, porém, a alta nos alimentos tem sido provocada pela energia mais cara, por adversidades climáticas e por conflitos internacionais, como a invasão da Ucrânia pela Rússia. Os dois países respondem, por exemplo, por 29% do trigo consumido no mundo e por 50% dos grãos do Programa Mundial de Alimentos da Organização das Nações Unidas (ONU).

Alguns vilões da inflação nos EUA em fevereiro – Acumulado dos últimos 12 meses

  1. Óleo combustível – 43,6%
  2. Caminhões e carros usados – 41,2%
  3. Gasolina – 38%
  4. Energia – 25,6%
  5. Gás natural – 23,8%
  6. Tarifas aéreas – 12,7%
  7. Veículos novos – 12,4%
  8. Eletricidade – 9%
  9. Alimentos – 8,6%
  10. Aluguel – 4,2%