Brasileiros nos EUA

Mulher, casada e com idade entre 25 e 44 anos. Esse é o perfil majoritário do imigrante brasileiro que consegue entrar de maneira legal nos Estados Unidos e se tornar um residente permanente do país. Os dados são de uma pesquisa realizada pelo escritório de advocacia AG Immigration, com base em todos os green cards emitidos pelo governo americano a brasileiros em 2021, ano mais recente disponível.

CONHEÇA OS ESTADOS AMERICANOS COM OS MAIORES E MENORES IMPOSTOS

DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA NOS EUA E NO BRASIL: ENTENDA AS DIFERENÇAS

O QUE É E COMO FUNCIONA O SOCIAL SECURITY NUMBER

Dos mais de 18 mil documentos emitidos naquele ano, 57,8% foram para mulheres, sendo que 58,8% tinham entre 25 e 44 anos de idade. Além disso, 77,6% eram casadas e apenas 18,3%, solteiras. Já em relação aos homens, eles receberam 42,2% dos green cards em 2021, sendo que 53,4% tinham entre 25 e 44 anos e 70,8% eram casados.

“Os imigrantes vêm para os EUA para constituir família, geralmente em busca de oportunidades que não conseguiram encontrar em seu país de origem. A maioria já vem com a família, mas não é incomum que um dos pais venha primeiro e, depois, traga o cônjuge e os filhos”, explica o CEO da AG Immigration, Rodrigo Costa.

O green card concede a seu portador o direito de morar, estudar e trabalhar permanentemente nos EUA, dando ao estrangeiro praticamente os mesmos direitos de um cidadão norte-americano. O documento pode ser emitido de diversas maneiras. No caso específico do Brasil, a pesquisa da AG Immigration aponta que 57,8% dos green cards foram concedidos pela via de parentesco com cidadãos dos EUA. Em geral, são brasileiros que se casaram com um norte-americano ou familiares imediatos (pais, cônjuges e filhos solteiros menores de 21 anos) de um brasileiro que se tornou cidadão americano.

Outros 37,52% dos green card foram dados pela via dos vistos EB, destinados a profissionais com habilidades excepcionais e extraordinárias ou trabalhadores das mais diversas áreas que vão para os EUA com o intuito específico de trabalhar, sendo na maioria das vezes patrocinados por um empregador norte-americano.

“A quantidade de brasileiros que vêm para os EUA bateu diversos recordes nos últimos anos, em um fluxo imigratório que têm se intensificado e que não apresenta sinais de arrefecimento. A proximidade cultural entre os dois países e as oportunidades de trabalho que existem aqui estimulam essa vinda de brasileiro. E cada vez temos visto profissionais renomados vindo para cá, em um movimento de fuga de cérebros. Os brasileiros não estão vindo mais apenas para ocupar os chamados subempregos”, explica o sócio-fundador da AG Immigration.

Outro dado revelado pela pesquisa foi de que 28,2% dos beneficiários brasileiros de green card moravam na Flórida, reforçando o papel do estado como um dos que mais concentram brasileiros que imigram para a América, especialmente a cidade de Orlando. Em seguida, aparecem os estados de Massachusetts (10,7%) e Califórnia (9,9%).

Ainda de acordo com a pesquisa, 91,2% dos green cards foram dados para brasileiros que já estava nos EUA com um visto temporário e que quiseram continuar no país permanentemente. Apenas 8,7% dos documentos de residência permanente foram concedidos a quem estava no Brasil. “Não existe um jeito certo de pedir o green card, a pessoa pode tanto fazer a solicitação dos EUA quanto do seu país de origem, vai depender muito da situação”, diz Costa.

Dados da Pesquisa – Green Cards para Brasileiros

Por idade:

  • <18 anos: 14,37%
  • 18 a 24 anos: 9,93%
  • 25 a 34 anos: 29,70%
  • 35 a 44 anos: 26,85%
  • 45 a 54 anos: 12,46%
  • 55 a 64 anos: 4,84%
  • +65 anos: 1,85%

Por estado civil:

  • Casado: 74,77%
  • Solteiro: 21,93%
  • Outros: 2,26%
  • Desconhecido: 1,04%

Por classe de admissão:

  • Parentes Imediatos de Cidadãos dos EUA: 57,84%
  • Vistos Baseados em Parentesco: 2,88%
  • Vistos EB: 37,52%
  • Programa de Diversidade: 0,05%
  • Refúgio e Asilo: 0,97%
  • Outros: 0,74%

Por estado de residência:

  • Flórida: 28,27%
  • Massachusetts: 10,74%
  • Califórnia: 9,99%
  • Nova Jersey: 5,91%
  • Nova York: 5,46%
  • Texas: 5,35%
  • Georgia: 2,88%
  • Connecticut: 2,80%
  • Michigan: 2,64%
  • Carolina do Norte: 2,17%

Entrar no EUA e a permissão de trabalho

More legalmente nos EUA

Este é o melhor momento na história para quem deseja morar e trabalhar nos EUA. Portanto, preencha o nosso formulário de avaliação gratuita e receba uma análise inicial sobre as suas possibilidades imigratórias. Assim, caso tenha o perfil para conseguir o green card americano ou outros vistos com os quais trabalhamos, agendaremos uma consulta sem custos para explicar como obtê-los.

A AG Immigration é um escritório de advocacia especializado em imigração para os EUA. Lidamos com vistos imigratórios, como EB-1, EB-2, EB-2 NIW, EB-3 e green cards baseados em parentesco. Além disso, também atuamos com vistos de trabalho temporário, asilo, deportação, remoção e outras áreas da imigração para quem quer trabalhar e morar nos EUA ou para empresas que desejam contratar mão de obra estrangeira no país (veja nossa página de Corporate).