Levantamento mostra a quantidade total de estrangeiros e imigrantes nos EUA

A população de imigrantes nos EUA

A quantidade de imigrantes que vivem nos Estados Unidos – legal ou ilegalmente – chegou a 46,6 milhões em janeiro de 2022. O número é resultado de uma análise elaborada pelo Centro de Estudos Imigratórios (CIS, na sigla em inglês) com base em dados de uma pesquisa mensal do censo oficial do país.

O número de imigrantes nos EUA varia de acordo com o tempo. No início da pandemia, por exemplo, em 2020, eram cerca de 44 milhões, quebrando uma tendência de crescimento progressivo que se mantinha até então.

Em dezembro de 2010, eram 38,7 milhões de pessoas nascidas fora dos EUA que viviam dentro do território americano. Alguns, de maneira irregular. Atualmente, estima-se que existam cerca de 11 milhões de imigrantes indocumentados vivendo no país – o que daria quase um quarto do total.

Como a população de imigrantes nos EUA aumenta?

Para a população imigrante crescer, os estrangeiros recém-chegados devem exceder a emigração e as mortes daqueles que já estavam no país. “Nascimentos de imigrantes, legais ou ilegais, não se somam à quantidade – todas as crianças nascidas nos Estados Unidos são nativas por definição”, explica a entidade.

O CIS foi fundado em 1985 e posiciona-se como uma organização de pesquisa independente, sem fins lucrativos. Considera-se também o único think tank do país dedicado exclusivamente à pesquisa e à análise política dos impactos econômicos, sociais, demográficos e fiscais da imigração nos Estados Unidos.

Na avaliação do Centro, são vários os fatores que têm contribuído para o crescimento recente da população de origem estrangeira nos Estados Unidos. A retomada das análises de vistos nos consulados, por exemplo, permitiu que muitos titulares de green card que estavam no exterior retornassem ao país. A mesma razão pode ser usada para outros tipos de viajantes (turistas ou estudantes).

Imigrantes ilegais nos Estados Unidos

De acordo com o CIS, o salto na quantidade de imigrantes ilegais na fronteira sul dos EUA também é um fator contribuinte. O crescimento no número de pessoas que tentam entrar ilegalmente no país pode ter crescido em razão das promessas de campanha do presidente Joe Biden. O atual chefe do Executivo americano é muito mais aberto aos imigrantes do que seu antecessor, Donald Trump.

“A decisão do governo de suspender quase todas as deportações e o consequente declínio dramático das deportações”, nas palavras do CIS, também fizeram com que a quantidade de estrangeiros vivendo nos Estados Unidos crescesse nos últimos meses.

Como posso morar e trabalhar legalmente nos EUA?

Se você tem vontade de viver de maneira legal nos Estados Unidos, a AG Immigration pode te ajudar. O primeiro passo, é entender qual é o tipo de visto mais ideal para o seu perfil. Navegue no site e conheça os tipos de vistos com os quais a AG trabalha – os vistos imigratórios EB, por exemplo.

A grande vantagem dos vistos EB – que são concedidos com base na formação acadêmica, carreira profissional e empregabilidade das pessoas – é que eles concedem o green card. O green card é um documento que garante ao indivíduo o status de residente permanente legal. Com isso, ele poderá trabalhar, estudar e viajar livremente pelo país, tendo quase os mesmos direitos do que os de um cidadão americano.

Você também pode, se preferir, entrar em contato diretamente conosco. Preencha o nosso formulário de avaliação, que iremos fazer uma análise gratuita das suas chances imigratórias e ver como podemos ajudá-lo. Dependendo das suas informações, agendaremos uma consulta inicial, também sem custo nenhum, para apresentar os vistos que nossa equipe jurídica entende serem os mais adequados para você.

Ficou interessado? Então entre em contato com AG Immigration e inicie sua jornada rumo à vida na América!