O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou nesta quinta-feira (2), durante coletiva de imprensa no Instituto Nacional de Saúde (NIH), que viajantes internacionais com destino aos Estados Unidos precisarão apresentar resultado negativo para Covid-19, em teste realizado no máximo um dia antes do horário de embarque, independentemente do regime de vacinação e do país de origem do viajante. A medida passa a valer a partir de 5 de dezembro, próxima segunda-feira.

“Essa janela mais apertada para a testagem provê um grau maior de proteção, enquanto os cientistas continuam a estudar a nova variante”, disse Biden.

A decisão foi anunciada junto com um pacote de medidas que visa a intensificar o controle sanitário no país em face da expansão da variante Ômicron do coronavírus, que já contaminou duas pessoas nos EUA, de acordo com as autoridades.

Além disso, o governo norte-americano também irá estender o uso obrigatório de máscaras em viagens domésticas e internacionais, seja em aviões, trens ou em qualquer tipo de transporte público, para os meses de inverno do hemisfério norte (entre dezembro e março).

QUE TIPOS DE TESTES SÃO ACEITOS PARA VIAJAR PARA OS EUA?

Atualmente, brasileiros que querem viajar para os EUA, devem apresentar resultado negativo para Covid-19 a partir de testes de antígenos ou de amplificação de ácido nucleico (NAATs), como PCR, LAMP, TMA, NEAR e HDA.

POSSO REALIZAR O AUTO TESTE DE COVID PARA ENTRAR NOS ESTADOS UNIDOS?

Um autoteste – também chamado de teste caseiro – pode ser usado por viajantes que querem entrar nos EUA, se atender aos requisitos do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA. O teste dever ter a supervisão em tempo real por um serviço de telessaúde afiliado ao fabricante e gerar um resultado que possa ser conferido pela companhia aérea antes do embarque.

Atenção! Os países podem restringir a qualquer momento a importação de testes que não são autorizados ou registrados em seus territórios. Se você estiver pensando em levar um teste autorizado nos EUA para uso no Brasil, na sua viagem de volta, deve entrar em contato com a Anvisa.

QUAIS VACINAS SÃO ACEITAS PARA VIAJAR PARA OS ESTADOS UNIDOS?

Atualmente, é possível entrar nos EUA após 14 dias de ter tomado as vacinas aprovadas pelo governo americano ou pela Organização Mundial da Saúde, seja a dose única da Janssen/J&J ou as duas doses completas da Pfizer-BioNTech, Moderna, AstraZeneca, Covaxin, Covishield, BIBP/Sinopharm e Sinovac/Coronavac.