O Departamento de Trabalho dos Estados Unidos divulgou na última terça-feira (1º) os dados de 2021 sobre a geração de emprego no país. De acordo com o órgão, o ano de 2021 fechou com 10,9 milhões de vagas abertas no país, um crescimento de 1,39% em relação ao dado do mês anterior, mas ainda abaixo do recorde de 11,1 milhões registrado em julho.

Além disso, os números divulgados pelo governo mostram que 4,3 milhões de pessoas pediram demissões de seus empregos, dando continuidade ao movimento que os especialistas chamam de “Grande Demissão” – uma onda inédita de profissionais que estão saindo de seus empregos em razão da pandemia, economia aquecida e nova relação da sociedade com o emprego

Se somados todos os pedidos de demissão registrados em 2021, o total chega a um recorde de 47,4 milhões – uma alta de 30,5% em relação às 36,3 milhões de solicitações de desligamento feitas em 2020 e de 12,5% em comparação aos 42,1 milhões de pedidos de 2019 – até então a máxima da série histórico.

“O mercado de trabalho americano passa por uma profunda modificação e reestruturação, e no centro desse fenômeno está a forma como as pessoas, especialmente as novas gerações, encaram o trabalho atualmente. É por esse motivo, inclusive, que o governo Biden tem lutado tanto para aprovar suas medidas imigratórias, pois entende que sem facilitar a contratação de mão de obra estrangeira, a economia americana não crescerá”, afirma Rodrigo Costa, especialista no mercado de trabalho dos EUA e CEO da AG Immigration, escritório de advocacia especializado em imigração. Para ele, a grande quantidade de vagas sem preenchimento abre uma grande oportunidade para os profissionais estrangeiros que têm vontade de morar e trabalhar nos EUA.

De acordo com o Departamento de Trabalho, os 12 meses terminados em dezembro de 2021 acumularam um total de 75,3 milhões de contratações e 68,9 milhões de demissões (incluindo os pedidos voluntários de demissão), com um saldo final positivo de 6,4 milhões. “Esses totais incluem trabalhadores que podem ter sido contratados e demitidos mais de uma vez ao longo do ano”, esclarece o órgão.

Tem vontade de morar e trabalhar nos Estados Unidos em 2022? Entre em contato com nossa equipe de atendimento e solicite uma avaliação gratuita do seu perfil imigratório. Quem sabe essa não é sua grande oportunidade?