Números favoráveis em junho sugerem a retomada de crescimento da economia americana em tempo recorde.

O presidente Trump comemorou a redução drástica do desemprego nos EUA, após dados divulgados pelo Departamento de Trabalho em junho. No total, houve uma diminuição de 11,1% no número de pessoas desempregadas, se comparado ao mês anterior. Além disso, foram criados 2,700 milhões de vagas, que serviram para contratar ou recontratar muitos daqueles que haviam perdido seus empregos entre março e abril desse ano.

Curiosamente, a boa notícia surge no momento em que os números de infectados e de óbitos causados pelo Covid-19 voltam a crescer, principalmente em Estados com grandes economias, como Califórnia, Texas e a Flórida. Esta piora da pandemia já fez inclusive com que prefeitos e governadores locais voltassem a decretar medidas restritivas no sentido de evitar aglomerações, e manter abertos somente serviços considerados essenciais, o que pode voltar a prejudicar o comércio.

Apesar deste cenário preocupante, o governo federal acredita que o relatório do Produto Interno Bruto do terceiro trimestre será positivo, reflexo de importantes medidas econômicas que foram tomadas, e que evitaram a falência de muitas empresas nos EUA. Algumas destas medidas incluíram rodadas de estímulo (que continuam sendo aplicadas), isenção ou parcelamento de dívidas, prolongamento do prazo para declarações fiscais, etc.

Se você também acredita na recuperação dos EUA, e deseja residir e trabalhar nos Estados Unidos, contribuindo com a criação de empregos e com a economia americana, entre em contato com a equipe da Ag Immigration. 
Realizamos uma análise gratuita de seu currículo e lhe ajudamos a descobrir qual a melhor estratégia imigratória para que você realize o sonho americano.

Fale com a nossa equipe: https://agimmigration.law/contatos/