Muitos solicitantes a vistos americanos ficam ansiosos e nervosos com a entrevista de visto que ocorre na Embaixada e Consulados americanos. Por isso separamos 5 dicas que vão te mostrar que uma entrevista de visto não é nenhum “bicho de 7 cabeças”. Confira:

Assegure-se de ter reunido todos os documentos possíveis: Muitas entrevistas são encerradas sem a necessidade de mostrar documentos. No entanto, é sempre bom ter a mão tudo aquilo que você tiver no sentido de demonstrar seus laços com o Brasil, incluindo contra-cheques, imposto de renda, escrituras de imóveis, comprovantes de onde trabalha ou estuda, etc.

Nunca minta para o oficial consular: Lembre-se que os EUA possuem um complexo serviço de informações que estão conectadas. Caso descubra que você mentiu em alguma resposta ou campo do formulário, o cônsul americano irá negar seu visto.

Vista-se bem, mas não precisa exagerar: Da mesma forma que se você comparecer na entrevista com uma roupa muito desleixada o oficial poderá lhe olhar desconfiado, vestir-se de forma muito exagerada, como uso de ternos e trajes de gala, podem transparecer que você está forçando uma aparência que muitas vezes nem condiz com sua profissão ou status social. Use o bom senso.

Apenas responda as perguntas do oficial: Os cônsules precisam realizar as entrevistas de visto no menor tempo possível, já que cada um deles atende a centenas de pessoas por dia. Portanto, não tente “puxar” papo ou contar toda a história da sua vida. Ao invés disso, apenas responda o que lhe for perguntado de forma concisa e direta.

Os oficiais consulares são humanos: Isso mesmo! Muitas vezes temos uma imagem de que os cônsules são “robôs”, entrevistando os solicitantes. Lembre-se que eles são humanos, como você, possuem sentimentos e estão lá para fazerem o melhor pelo país deles. Por isso, não precisa já entrar nervoso na entrevista.

Gostou dessas dicas? Continue seguindo o perfil da AG para mais posts sobre dicas sobre vistos, green card e imigração para os EUA.