Oportunidades de carreira nos EUA no cenário pós pandemia

Apesar do Covid-19, gigantes como Amazon e Walmart já voltaram a contratar, e estão oferecendo, cada uma, mais de 100 mil vagas de trabalho para atender as novas demandas geradas pela crise.

Antes do Covid-19, a economia dos EUA havia iniciado o ano de 2020 com recorde de contratações em aproximadamente 9 anos consecutivos e taxa de desemprego no seu menor nível em 50 anos. No Sul, onde atualmente está o mercado de trabalho mais promissor do país, o ano começou com uma perspectiva de emprego líquido de 22% (nível mais alto desde 2006), principalmente no setor hoteleiro e de lazer, seguido pelo comércio varejista e atacadista.

O mesmo ocorreu no Centro-Oeste do país em que, no início do ano, o setor hoteleiro e de lazer esteve impulsionando a maior parte das contratações, com uma perspectiva de emprego líquido de 30%. Nas regiões Nordeste e Oeste, no entanto, a perspectiva de emprego líquido esteve em 18% no início deste ano, provavelmente pela maior oferta de mão-de-obra qualificada que faz com que diminua a procura por talentos.

Com a chegada inesperada da pandemia de COVID-19, a perspectiva do mercado de trabalho mudou repentinamente, uma vez que o surto impactou seriamente a economia e a estabilidade profissional. Muitos setores saíram seriamente prejudicados, enquanto outros se beneficiaram com a pandemia, como é o caso de empresas ligadas a tecnologia de informação.

A empresa americana de recolocação profissional Challenger, Gray and Christmas chegou a afirmar que quase 8 milhões de empregos no setor hoteleiro e de lazer poderiam ser afetados, assim como no setor imobiliário, cuja estimativa era de redução de 20% das vendas, segundo Scott Stringer, controlador da cidade de Nova York.

As companhias de gás e petróleo também tiveram perdas e os preços das ações caíram abruptamente. Outro segmento que foi afetado durante a pandemia foi o das redes de franquias, uma vez que as empresas foram forçadas a se adaptarem a nova realidade e modificar suas operações.

A crise do COVID-19 fez com que importantes marcas em quase todos os setores fechassem temporariamente suas portas ou repensassem suas operações, colocando os franqueadores em uma posição na qual precisam agir rapidamente para fornecer o suporte necessário. Muitos estão revendo estratégias de reabertura e dinamizando seu modelo de negócios para colaborar com o sucesso de seus franquiados.

Em contrapartida, as empresas com atuação online, como é o caso da Zoom, Netflix, Skype, têm a grande oportunidade de obter lucro em meio à crise. De igual modo, os profissionais de saúde estão sendo amplamente requisitados nesta crise de saúde mundial.

As grandes empresas de tecnologia como a Google, Apple, Microsoft e Netflix continuam contratando, uma vez que sua presença online permite que elas permaneçam abertas enquanto seus concorrentes estão fechados. Amazon, por sua vez, está admitindo 100.000 funcionários principalmente para atendimento e entrega.

A Instacart, uma startup de entrega de supermercados sob demanda, planeja contratar 300.000 compradores em tempo integral. Da mesma forma, a rede Walmart tem empregado cerca de 150.000 novos trabalhadores para suas lojas.

A CVS planeja contratar imediatamente 50.000 trabalhadores em período integral e meio período em todo o país. Ainda assim, apesar dos números crescentes de contratação nesses ramos, é possível que quando a situação estabilizar a corrida inicial poderá diminuir e os exércitos de trabalhadores não serão mais necessários. Somente o tempo poderá dizer.

Diante deste cenário, e das novas oportunidades nos Estados Unidos, trabalhadores com alto grau de qualificação e destacada experiência profissional são bem-vindos no mercado de trabalho americano, e possuem excelentes possibilidades para aquisição de um Green Card.

Então, àqueles que pensam em sair do Brasil e imigrar para os Estados Unidos após a pandemia, devem agir rápido e já iniciar o processo de visto em uma categoria que permita a residência permanente, como é o caso dos vistos do tipo EBs (EB-1, EB-2, EB-3, etc.) que dão a possibilidade de aplicação direta para o Green Card.

No entanto, é altamente recomendável procurar um bom escritório de imigração para auxiliar no rigoroso processo de imigração americana.

A AG Immigration, por exemplo, é um dos principais escritórios de advocacia imigratória dos Estados Unidos. E o advogado sênior do escritório é brasileiro/americano, Dr. Felipe Alexandre, que está pelo quarto ano consecutivo na lista: “Top 10 Immigration Lawyers in the State of New York” elaborada pelo “American Institute of Legal Counsel”.

Então para esclarecer essas e outras dúvidas sobre o processo imigratório para os Estados Unidos e verificar os requisitos que qualificam para a aplicação para o Green Card, é possível entrar em contato direto com o escritório de imigração AG Immigration e agendar um horário para obtenção de mais informações.

 

 

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Por dentro do Texas

Por dentro do Texas

Conheça um dos estados mais fascinantes dos EUA  ETIMOLOGIA E CURIOSIDADES O nome Texas deriva de “Tejas”, uma palavra indígena que significa "amigos”, e o apelido do estado é Lone Star State, por causa da estrela solitária que existe em sua bandeira. Entre as...

PANDEMIA AMPLIA DISTÂNCIA ECONÔMICA ENTRE BRASIL E EUA

PANDEMIA AMPLIA DISTÂNCIA ECONÔMICA ENTRE BRASIL E EUA

Crescimento inédito da economia americana contrasta com recessão e desemprego recorde no Brasil. O Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos teve um crescimento inédito de 33,1% no terceiro trimestre de 2020, na comparação com o trimestre anterior. O número é do...

Conheça a Califórnia, o estado mais “dourado” dos EUA

Conheça a Califórnia, o estado mais “dourado” dos EUA

POPULAÇÃO A Califórnia está localizada na região dos estados do Pacífico. É o estado mais populoso dos Estados Unidos, com 37 253 956 habitantes, e é o terceiro em extensão territorial, superado apenas pelo Alasca e pelo Texas. Das 20 maiores cidades dos Estados...