Vantagens de estudar nos EUA com o greencard: até 77% de desconto em Universidades Americanas:

Compare os custos de cursos universitários para quem tem greencard x visto de estudante.

A maioria das faculdades públicas dos Estados Unidos são estaduais, isto é, são mantidas pelo Governo de cada estado. Diferentemente do Brasil, as universidades americanas são pagas e cobram valores altos para estudantes estrangeiros ou estudantes de outros estados, que são chamados em inglês de out-of-statesstudents. Isto porque os estudantes residentes, de cada estado, em inglês in-statesstudents, contribuem com o subsídio da instituição ao pagar os impostos, porém os out-of-states students contribuem com o seu próprio estado.

É importante destacar que os estudantes universitários geralmente moram na própria faculdade ou perto delas.  Então se a pessoa possuir o greencard, a grande vantagem é que pode aplicar para uma universidade pública sendo in-state, e em alguns casos economizar, até mais de 70% na anuidade da faculdade.

Veja abaixo o ranking das 20 melhores faculdades públicas dos Estados Unidos, segundo a renomeada revista americana U.S. News, suas anuidades e o percentual de desconto para quem tem green card:

A Universidade da Carolina do Norte, a Universidade da Flórida, a Universidade de Wisconsin – Madison, a Universidade de Texas e a Universidade do Estado da Flórida possuem mais de 70% de desconto para estudantes in state.

Apesar de não estar no ranking, a faculdade Valencia foi considerada como uma das melhores instituições comunitárias do país, recebeu o prêmio Aspen de Faculdade Comunitária de Excelência. Ela também possui desconto de mais 70 % na anuidade para os residentes. Sua anuidade para out-of-stateé $9383 e para in-stateé de $2474.

Outra vantagem para quem possui green card é que eles podem trabalhar dentro ou fora do campus enquanto estudam. No entanto, não é o que ocorre com àqueles que possui vistos de estudante, pois estão sujeitos a limitações de trabalho.

Conforme o site de cidadania e imigração do governo americano, os estudantes com visto F-1 não podem trabalhar fora do campus durante o primeiro ano acadêmico. E os estudantes com visto M-1 só podem trabalhar fora do campus depois de concluir seus estudos. É importante lembrar que os estudantes com visto F-1 ou M-1 são considerados sempre ou-of-state, logo não terão o privilégio do desconto, então vale a pena aplicar para o greencard para quem já possui uma sólida formação e deseja aprimorar ainda mais os seus conhecimentos e iniciar uma nova etapa em uma carreira internacional, em um país que oferece muitas oportunidades mesmo em tempos de crise global.

Para os interessados em aplicar para o greencard é altamente recomendável procurar por um bom escritório de imigração, como é o caso do AG Immigration Law Group, um dos principais escritórios de advocacia imigratória dos EUA. O advogado sênior do escritório é brasileiro/americano, Dr. Felipe Alexandre, e está pelo quarto ano consecutiva na lista: “Top 10 Immigration Lawyers in the State of New York” elaborada pelo “American Institute of Legal Counsel”.

Para obter mais informações sobre os diversos tipos de vistos de imigrante e suas principais subcategorias, entre em contato.

Baixe o ebook e conheça melhor a AG Immigration

Na AG, auxiliamos nossos clientes a descobrirem as muitas oportunidades de green card que existem nos EUA, especialmente para profissionais que possuem uma carreira bem-sucedida e que desejam morar e trabalhar legalmente na América, e para isso oferecemos uma consulta gratuita de suas possibilidades imigratórias.

Quer saber mais? Faça o download do e-book institucional da AG e descubra que o sonho americano é possível e bem menos complicado do que você imagina.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TURISMO DE NASCIMENTO: OS RISCOS DE “DAR A LUZ” NOS EUA

TURISMO DE NASCIMENTO: OS RISCOS DE “DAR A LUZ” NOS EUA

Visitar os Estados Unidos com o objetivo principal de obter a cidadania americana para uma criança, dando à luz em solo americano é conhecido como turismo de nascimento.  Os EUA consideram que essa atividade coloca em risco a segurança nacional, incluindo atividades...