Comunidade brasileira no exterior

A edição mais recente do levantamento que o Ministério das Relações Exteriores (MRE) faz de tempos em tempos sobre a comunidade brasileira no exterior mostra que, dos 4,6 milhões de cidadãos que vivem em outros países, 1,9 milhão (41%) está nos EUA. Os dados são referentes ao ano de 2022.

“Para atender esses brasileiros, conta-se hoje com redes de 196 postos no exterior, entre embaixadas com serviços consulares, consulados-gerais, consulados e vice-consulados. Os cinco consulados-gerais em cujas jurisdições estão as maiores concentrações de brasileiros (Nova York, Boston, Miami, Lisboa e Londres) são responsáveis por mais de 1,6 milhão de cidadãos, equivalente à população de Recife”, diz o documento oficial do Itamaraty.

O órgão destaca que a presença de nacionais ao redor do mundo é parte fundamental do esforço de promoção da imagem do Brasil no mundo. “Ao compartilhar nossa cultura, por meio de nossas histórias, nossa música, nossa gastronomia e nosso modo de vida, os brasileiros tornam-se representantes dos valores do nosso país. É nesse sentido que os consulados atuam, também, na identificação de oportunidades para incentivar eventos de capacitação e integração das comunidades em suas localidades de residência.”

Brasileiros no exterior – por continentes

Quando divididos por continentes, os brasileiros no exterior estão divididos da seguinte maneira:

REGIÃO QUANTIDADE %
América do Norte 2.078.170 45,19%
Europa 1.490.745 32,42%
América do Sul 646.730 14,06%
Ásia 222.053 4,83%
Oriente Médio 59.230 1,29%
Oceania 53.430 1,16%
África 39.600 0,87%
América Central e Caribe 8.777 0,18%
TOTAL 4.598.735 100%

Brasileiros no exterior – por países

Já na divisão por países, a distribuição da comunidade brasileira no exterior é a seguinte:

  1. Estados Unidos: 1,9 milhão
  2. Portugal: 360 mil
  3. Paraguai: 254 mil
  4. Reino Unido: 220 mil
  5. Japão: 207 mil
  6. Espanha: 165 mil
  7. Alemanha: 160 mil
  8. Itália: 157 mil
  9. Canadá: 133 mil
  10. Guiana Francesa: 91,5 mil

Brasileiros nos EUA

A preferência dos brasileiros pelos EUA deve-se a vários motivos, entre eles, a proximidade cultural entre os dois países: ambos foram colônias europeias, com uma forte história marcada pela escravidão e uma paixão pelo café, além de serem nações que receberam muitos imigrantes.

Além disso, a influência cultural dos EUA é muito grande, por meio de suas séries, filmes, músicas e outros produtos artísticos. A cotação do dólar ajuda bastante também, assim como as demais condições econômicas do país, que precisa de mão de obra imigrante.

De acordo com os dados do MRE, as jurisdições (regiões onde o Brasil mantém embaixadas, consulados e demais representações diplomáticas permanentes) dos EUA com maior concentração de brasileiros são:

Em 2022, um número recorde de brasileiros recebeu o green card americano. Ao todo, foram 23.596 emissões do documento americano de residência permanente, crescimento de 28,5% sobre a quantidade do ano anterior.

More legalmente nos EUA

Este é o melhor momento na história para quem deseja morar e trabalhar nos EUA. Portanto, preencha o nosso formulário de avaliação gratuita e receba uma análise inicial sobre as suas possibilidades imigratórias. Assim, caso tenha o perfil para conseguir o green card americano ou outros vistos com os quais trabalhamos, agendaremos uma consulta sem custos para explicar como obtê-los.

A AG Immigration é um escritório de advocacia especializado em imigração para os EUA. Lidamos com vistos imigratórios, como EB-1, EB-2, EB-2 NIW, EB-3 e green cards baseados em parentesco. Além disso, também atuamos com vistos de trabalho temporário, asilo, deportação, remoção e outras áreas da imigração para quem quer trabalhar e morar nos EUA ou para empresas que desejam contratar mão de obra estrangeira no país (veja nossa página de Corporate).